sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Dicas para acessar seu Internet Banking

Para quemt em vida corrida e não tem tempo para passar horas em filas de banco, o internet banking é uma das melhores invenções já criadas. Mas essa facilidade do mundo moderno traz com ela a desconfiança de espionagem e o perigo de furtos online.


Ao acessar sua conta pela internet, redobre o cuidado. Concentre-se no que está fazendo, afinal, seu dinheiro pode estar em jogo. Reunimos aqui algumas dicas para você jamais ter dor de cabeça com sua conta online.

Verifique o endereço do site do banco
Dentre as estratégias mais comuns entre criminosos, criar páginas com layouts idênticos aos sites dos bancos é uma das mais comuns. Muitas vezes, o cliente não percebe que está entrando em um site falso e acaba fornecendo informações sigilosas. É um truque que pode pegar você em um dia de maior distração.
Verifique se o endereço do site está correto no navegador. Criminosos aproveitam erros comuns de digitação como “banco irau” ou “banco do vrasil” e podem direcioná-lo a páginas fraudulentas. Veja se aparece “https://”. A letra “s” indica que se trata de uma conexão segura.

Cuidado com e-mails falsos
Se você receber um email cujo remetente supostamente é seu banco fazendo cobranças, avisando que algum valor foi subtraído da sua conta, tentando induzi-lo a clicar em um link ou baixar um arquivo no anexo: não faça nada. Lembre-se que esses tipos de ação não fazem parte da política dos bancos.
Essas mensagens podem direcioná-lo a sites mal intencionados ou instalar um malware que terá acesso a seus dados pessoais. Não é incomum haver erros de digitação ou ortografia nesses e-mails, o que também pode ser uma pista.

Ligações telefônicas estranhas
Existe uma lógica que não é uma via de mão dupla: você entrar em contato com seu banco para falar de um assunto de seu interesse é uma coisa, outra situação, completamente diferente, é seu banco contatá-lo inadvertidamente e perguntar informações pessoas e dados bancários.
Sempre que isso acontecer, desconfie e jamais passe essas informações. Ah, e não esqueça de contatar seu banco para reportar o ocorrido.

Concentre-se na ação
Ao acessar o site do seu banco, tente se concentrar apenas nisso, afinal, o que você está fazendo é algo bem sério. Evite ao máximo abrir muitas abas e navegar por outros sites, especialmente aqueles diferentes dos que você costuma acessar.

Smartphones, tablets e proteção
Smartphones e tablets podem ser infectados, uma vez que se tratam de pequenos computadores. Isso significa que você pode se vítima de diversos vírus ao usar seus navegadores. Assim, proteja seu dispositivo móvel da mesma forma que você já protege seu computador.

Acesse seu banco por computadores conhecidos
Evite utilizar o internet banking a partir de computadores públicos como os de bibliotecas e de lan houses. Se você não conhece a máquina, a chance de ela estar infectada e você não perceber são grandes. Só acesse a sua conta de computadores que você sabe que estão atualizados (incluindo smartphones e tablets).

Tabela de códigos ou token
Utilizar uma tabela de códigos ou o token, ambos fornecidos pelos bancos para melhorar a segurança nas transações online, não quer dizer que você está imune a ameaças. Esses dispositivos necessitam também de cuidado.
Principalmente a tabela de códigos. Nela geralmente é solicitado apenas um código a cada acesso. Se isso for pedido mais de uma vez, fique atento: pode se tratar de um golpe.

Monitore suas transações via e-mail e SMS
Grande parte dos bancos permite que as suas transações bancárias sejam monitoradas via SMS ou email. É uma forma de você saber, em tempo real, o que está sendo feito em sua conta e, diante de alguma movimentação não identificada, poder reagir o mais rápido possível.
O mais indicado é por email, já que por SMS você poderá receber mensagens de forma excessiva, o que pode ser irritante a médio prazo.

Encerre o processo
Sempre que entrar no site do banco, lembre-se de clicar no botão “sair” e encerrar o processo de internet banking. Assim, você evita que a sessão seja retomada de alguma outra forma.

Caso algo aconteça
Caso alguma movimentação estranha aconteça na conta, faça duas coisas: vá até a polícia e procure seu banco para tomar todas as providências cabíveis. Saiba, no entanto, que nem sempre o banco quer ressarcir o cliente e muitas dessas situações vão parar nos tribunais.
É importante comunicar a polícia e ao seu banco para que eles, juntos, possam identificar e punir os criminosos. Mais importante ainda é que você, usuário de internet banking, tome para si a responsabilidade de cuidar da sua experiência online. Além de rezar a cartilha dos bons hábitos ao acessar sua conta, mantenha-se informado sobre novos golpes, afinal (e infelizmente), eles sempre surgem.




Pesquisar neste blog