quarta-feira, 24 de julho de 2013

Como evitar que o Google leia seus e-mails

Google oferece alguns controles de segurança bastante eficientes, como a autenticação em dois fatores, para impedir que hackers sequestrem sua conta e outros controles que permitem recuperar sua informação caso ela seja perdida. Pena que o próprio Google monitora as mensagens enviadas por seu serviço de e-mail gratuito, para otimizar as estratégias de publicidade, e para o caso de que a Agência de Segurança Nacional bata na porta de Google em busca de informações para a inteligência do Tribunal Federal de Vigilância, neste caso Google não terá escolha, deverá entregar dados de várias contas.


Uma empresa de gestão de e-mails baseada em San Francisco, chamada Streak, recentemente desenvolveu  SecureGmail, uma excelente extensão de Chrome que dá aos usuários o poder de criptografar suas mensagens localmente, de modo que  Google não terá acesso aos conteúdos não criptografados de uma determinada mensagem. Isso mesmo, a única coisa que acabará nos servidores do Google será uma versão, completamente incompreensivelmente e criptografada, do texto enviado. 
E se nem o Google consegue ler seus e-mails, tenha certeza de que ninguém mais poderá.

Uma vez questionamos se o Gmail era seguro ou não para o trabalho, SecureGmail definitivamente é.
Funciona assim: você visita a Chrome Web Store e instala a extensão SecureGmail, gratuitamente. Quando quiser enviar uma mensagem segura, bastará clicar na pequena caixa com um cadeado quase invisível, ao lado do botão de composição. Ao clicar nele, um cabeçalho vermelho dizendo “New Message – Secured” aparecerá na caixa de mensagem.

Depois de inserir o destinatário e escrever o e-mail, você deverá criar uma senha. A mesma que o destinatário deverá usar para ler a mensagem. Se o usuário ainda não tiver o SecureGmail instalado terá que fazer isso também. Assim de fácil, privacidade grátis para todo mundo.

SecureGmail será tão forte quanto a senha que você criar e a senha que você criar será tão eficiente quanto o método escolhido para entregá-la.

A questão óbvia vem à tona, como você pode enviar a senha? A melhor opção é pessoalmente, mas talvez isso não seja possível. SecureGmail também permite que você crie uma dica que indique qual é a senha. Esta poderia ser uma forma segura de transmitir a mensagem sem revelar a senha, nem mesmo ao destinatário, mas é preciso ser muito esperto para arriscar assim.

Lembre-se, SecureGmail será tão forte quanto a senha que você criar e a senha que você criar será tão eficiente quanto o método que escolhido para entregá-la. Não é uma péssima idéia para escrever uma senha completamente aleatória, alfa-numérica misturando letras maiúsculas e minúsculas e símbolos e apenas enviá-la para o seu destinatário. Você ainda poderia revelar a senha a seu destinatário numa conversa telefônica ou através da Internet, mas isso é menos seguro. NÃO envie a senha via Gmail ou qualquer outro serviço do Google. Isso minaria completamente o propósito de 
SecureGmail. Vale a pena repetir, a melhor maneira de transmitir a senha seria sussurrando no ouvido do destinatário. Seja criativo e pense numa maneira de enviá-la.

Sua senha também não será eficiente se alguém instalou um keylogger ou comprometeu sua máquina de alguma outra forma. Por isso, certifique-se de manter seu sitemas atualizado e usar um antivírus sólido.


Criptografia é realmente a espinha dorsal da segurança na Internet. Esta extensão é especialmente boa, uma das melhroes, porque traz criptografia forte para o Gmail de uma forma tão simples e intuitiva que é quase impossível que alguém descubra uma maneira melhor de otimizar a segurança de mensagens confidenciais. É uma ferramenta de segurança que você controla!

Pesquisar neste blog