terça-feira, 23 de julho de 2013

68% das empresas sofreram ataques de malware na América Latina

Das empresas latino-americanas enfrentaram ataques de malware, 68% enfrentaram ataques de malware nos últimos 12 meses. Estão inclusos vírus, spywares e outros programas maliciosos, de acordo com estudo realizado pela BSB International a pedido da companhia russa de segurança Kaspersky.


Entre pequenas e médias empresas (PMEs), 63% das pequenas e 60% das médias foram vítimas de ataques. Elas implementam menos medidas de segurança em relação à grandes corporações – apenas 25% investem de maneira proativa, enquanto 19% entre as pequenas e 15% das médias são reativas, ou seja, se manifestam após alguma ocorrência. Respectivamente, 70% e 58% acreditam que soluções gratuitas ou não-licenciadas podem fornecer proteção necessária.

Grandes companhias, por outro lado, são alvos de ataques de cyberespionagem, phishing e ataques de negação de serviço (DDoS, na sigla em inglês). Elas são mais conscientes em relação à questão, com metade das consultadas pagando por soluções de segurança.


O trabalho foi realizado com mais de 3,3 mil profissionais de TI de alto nível, em 22 países, incluindo o Brasil. As companhias de pequeno porte são aquelas que possuem 10-99 estações de computador; médio, entre 100-999 estações; e grandes corporações têm mais de mil postos.

Pesquisar neste blog